Microsoft Community Launch 2010 – FLF – 2o. dia

27 de março de 2010 Deixe um comentário

Olá,

Boa noite a todos!

Hoje infelizmente não pude comparecer à Faculdade Lourenço Filho, onde aconteceu o 2º dia do Microsoft Community Launch. Já havia deixado de ir à aula da faculdade ontem para prestigiar o evento na Fanor, o que valeu muito a pena, mas perder mais um dia de aula iria doer na consciência!

Mas o pessoal da comunidade tá fazendo um terremoto nesse estado, sacudindo a todos para acordarem para as novidades do mercado e nos presenteando com uma onda de palestras e eventos de altíssimo nível. E amanhã tem muito mais na Faculdade Evolução (das 8h as 12h). Não esqueçam dos alimentos. Presença garantida!

Gostaria de mencionar que só tenho crescido e descoberto pessoas incríveis desde que comecei a participar de cada evento divulgado pela comunidade. Espero que logo-logo possa estar retribuindo a todos.

Aos que organizam os eventos, saibam que todo esse trabalho não é em vão. Ainda que o público seja pequeno, sempre haverá um indivíduo influenciado. Muito do que quero ser amanhã profissionalmente, me espelho em vocês hoje. Vocês são influenciadores.

Parabéns a todos!

Sinceramente,

Guilherme

Categorias:Geral

Microsoft Community Launch 2010 – Fanor

25 de março de 2010 1 comentário
Olá,
Boa noite a todos!
 
Acabei de chegar do Microsoft Community Launch 2010 que aconteceu na Fanor.
O evento como de costume foi muito bem representado pelos palestrantes Eduardo Freire (Project Server 2010) e Lorscheider Santiago (Windows Server 2008 R2).
Apesar do pequeno atraso para o início das paletras, justificado pelo trânsito caótico em tempos de chuva na cidade, o evento contou com dois ícones da T.I do estado do Ceará que trouxeram um conteúdo de excelente qualidade para o público presente.
Representando muito bem seus temas, os palestrantes deram uma visão geral das tecnologias Project Server 2010 e WS2008R2.
 
Essa foi a primeira vez que assisti uma palestra do Eduardo Freire e posso dizer que fiquei encantado com o poder do Project Server 2010 e com todas as features que ele oferece.
Ter todo o poder do Microsoft Project Professional via Web é fantástico e demorou um pouco para ser absorvido pela minha mente. Acho que ainda não caiu a ficha! Espero ter a oportunidade de vê-lo em ação no dia-a-dia de alguma empresa.
O Eduardo Freire é uma pessoa super simples e acessível. Conversamos um pouco sobre Sharepoint no final das palestras. Fiquei muito feliz pela oportunidade.
 
Já o Santiago, eu já o havia visto palestrar em 2009, no Microsoft Community Day, que aconteceu no SEBRAE.
A palestra sobre Windows Server 2008 R2 foi muito boa, principalmente quando o foco volta pra Virtualização e Hyper-V. É tudo muito fantástico tudo que a virtualização oferece para uma empresa principalmente quando ela usa as soluções da Microsoft.
Santiago também mostrou uma demo, onde ele gerenciava alguns servidores virtuais de sua empresa via Microsoft System Center.
O que mais me deixou chocado depois de ver tudo aquilo foi saber do próprio Santiago que um cliente havia o dito que virtualização é "coisa pra pobre".
Dá pra acreditar?!
 
Senti falta do grande Jorge Barata! Mas fica pra outra oportunidade.
Já ganhei meu dia.
 
Obrigado a todos.
Até a próxima!
Categorias:Geral

SQL – Select Top N With Ties

16 de janeiro de 2010 Deixe um comentário
Olá,
Boa noite a todos! (nesse momento o relógio marca 22:59, horário de Brasília)
 
A dica de hoje tem haver novamente com SQL. Ela faz parte de uma série de dicas que venho preparando pra vocês, caros leitores, com o intuito de organizar um banco de dados com informações sobre os recursos disponíveis nessa linguagem, que agilizam e melhoram significativamente nosso trabalho.
 
Quando comecei a escrever esse post, fiquei pensando em um bom exemplo para demonstrar. Meus pensamentos foram rapidamente guiados ao banco de dados sample "AdventureWorks" – (mais informações: http://www.codeplex.com/MSFTDBProdSamples) ! Nesse exemplo, vamos usar a tabela "Production.Product".
 
Quando executamos uma consulta do tipo "Select Top N" (onde N é um número inteiro maior que zero), obtemos um retorno de exatamente N registros (desde que a quantidade de registros afetados pelo filtro da consulta seja maior ou igual a N). É bom saber, que o "Top N" pode deixar alguns registros de fora, até mesmo se eles tiverem o mesmo valor do último registro do grupo que foi retornado.
 
Vejamos o exemplo:
Precisamos consultar os três produtos mais caros.
 

 
Se consultarmos todos os produtos da tabela veremos que ainda existem dois produtos cujo preço é 3.578,27 mas que foram ignorados pela cláusula "Top N".
Se você precisar desses registros, a solução pode facilmente ser obtida através da cláusula "With Ties".
 
 
A cláusula "With Ties" trabalha em conjunto com a cláusula "Order by" e também pode ser utilizada em uma consulta do tipo "Select Top N Percent".
Ela utiliza os campos especificados no "Order by" para dar uma "amarradinha" nos registros que possuem o mesmo valor (para os campos especificados na cláusula "Order By") do último registro trazido pela tradicional consulta "Select Top N".
 
E aí, gostou?!
Espero que sim.
Qualquer dúvida é só comentar!
Fique com Deus, e até a próxima. 
Categorias:SQL

SQL – Definindo uma VIEW com a propriedade WITH CHECK OPTION

16 de janeiro de 2010 Deixe um comentário
De certo ponto de vista, atualizar os registros de uma View pode ser uma tarefa perigosa. Isso porque em alguns casos os registros podem simplesmente sumir da View.
Suponha que uma View possua o filtro "where valor > 500" e você atualiza alguns registros com "set valor = 200". Ao consultar novamente esta View você verá que alguns registros desapareceram. Isso acontece porque a View está definida para retornar somente os registros onde o campo valor é maior do que 500.
 
Quando queremos limitar as atualizações de dados em uma View, utilizamos a propriedade WITH CHECK OPTION.
Ao adicionarmos essa propriedade na definição de uma View, estamos dizendo que todas as operações de Insert e Update nesta View devem obedecer os critérios da consulta.
 
Veja o exemplo abaixo:
 

CREATE VIEW DBO.VW_CONTAS
AS
SELECT NUMERO, VALOR FROM CONTAS
WHERE VALOR > 500
WITH CHECK OPTION
GO

Agora vamos tentar incluir nessa View um registro com o campo valor igual a 400 e ver o que acontece:
 
 
Inúmeros são os benefícios alcançados com o uso de View’s. Utilizando a propriedade "With Check Option" corretamente, esse benefícios tendem a aumentar. 
 
Bem amigos, por enquanto é só. Espero que tenham aproveitado bastante esta dica.
Se tiverem alguma dúvida, utilizem os comentários.
Fiquem com Deus e até a próxima!
Categorias:SQL

Contribuição para a comunidade

5 de outubro de 2009 Deixe um comentário
Nos últimos dias usei em uma aplicação Web o controle TabContainer que é parte integrante do AJAX Control Toolkit.
Alguns usuários da comunidade (Codeplex) sentiram falta de uma propriedade que pudesse guardar a última aba ativa do Container.
Pesquisei na Issue List, e achei uma solicitação de inclusão dessa propriedade.
 
Submeti um patch para o pessoal da Codeplex.
Agora é aguardar pra ver se eles aprovam.
 
Quem sabe se no próximo release, eles não incluem essa propriedade?
 
Até mais!
Categorias:Passatempos

O que é SOA?

24 de setembro de 2009 Deixe um comentário

Você já ouviu falar em SOA? Se ainda não, é bom começar a entender a que significa essa nova sigla da sopa de letrinhas do mundo da tecnologia. Essa é a mais nova onda depois da do ERP (Sistema de Gestão Empresarial), que promete causar uma verdadeira revolução dentro das companhias, não apenas nas de grande porte. As pequenas também vão aderir SOA, que segundo os especilistas não é um modismo.

SOA é um tema que está na ordem do dia de qualquer CIO. Sua sigla é a tradução do inglês para arquitetura orientada a serviço. Trata-se de um conceito e não um produto que se compra numa caixa ou pacote. É uma nova metodologia que permite às companhias aproveitar as aplicações já existentes, inclusive em sistemas legados, para integração com os novos processos de negócios por meio Webservices.

A grande vantagem de SOA, segundo apontam os especialistas, é a redução do tempo no desenvolvimento das novas aplicações de negócios. De acordo com Regina Pistelli, CIO da Medial Saúde, é possível encurtar o tempo da produção de novas soluções em 40%, o que de acordo com a executiva pode fazer muita diferença quando a companhia precisa colocar um novo produto no mercado para sair na frente da concorrência 

Nesse caso, os prazos são encurtadas porque a área de TI não parte do zero na hora de criar uma nova aplicação. Alguns especialistas brincam que SOA é como um lego em que as peças vão se encaixando, sem que a empresa fique dependente de determinado fornecedor, já que sua filosofia prega a integração entre as diferentes tecnologias.

Um dos exemplos de SOA, é a integração do sistema de call center com o sistema de gestão empresarial para saber se determinado pedido será entregue no prazo, explica Gisele Boni, gerente de marketing de produtos da Avaya. Assim o sistema pode informar para produção o nível de estoque da matéria-prima, evitando que tal produto deixe de ser fabricado. Esses avisos podem ser feitos por meio de videoconferência e até por SMS. A empresa não precisará de uma pessoas fazendo esse controle. Poderá ter uma solução basedada em Webservices cuidando desta funcção, deste que funcione integrada com as outras plicações de gestão.

Para Gisele, o grande benefício de SOA para as companhias é a possibilidade de desenvolver aplicações customizadas para o seu negócio com mais facilidade para responder às demandas do mercado numa economia globalizada.

Potencial de mercado

A possibilidade de reaproveitar aplicações vai estimular muitas empresas a investir em SOA, projetam analistas da IDC que estimam que a implantação de projetos baseados neste conceit movimentará US$ 30 bilhões em 2010, com crescimento de 45% ao ano. Mas é na América Latina que adoção deste modelo está avançando mais rapidamente.

O índice de adesão cresce a taxas de 85% ao ano, diz Roberto Gutierrez, analista da IDC Brasil.
Sua explicação para isso é que SOA está chegando na região agora, enquanto em outros mercados o conceito está mais maduro. Gutierrez observa que o Brasil deverá deverá ser um grande laboratório para implantação desses projetos. Os segmentos de mercado que são público-alvo de SOA num primeiro momento são os banco e operadoras de telecomunicações. Essas organizações são muito pressionadas pela competitividade e adotação dessa arquitetura pode ajudá-las a chegar mais rapidamente a sua clientela e com redução de custos

Num primeiro momento, são as grandes companhias que estão adotando SOA, mas Frank Gens, analista da IDC Corporation, diz que a arquitetura não vai demoar para chegar aos pequenos negócios. “SOA não é modismo, é algo que veio para ficar”, prega o consultor. Porém, ele diz que os pequenos negócios vão entrar em SOA sem perceber. Isso acontecerá quando os fornecedores entregarão soluções prontas para atender esse nicho, diferentemente do que está acontecendo hoje, quando a plataforma envolve muito serviço

Para entrar em SOA é preciso planejar. Confira abaixo as dicas da IDC:

– Tenha clareza no foco: geração de valor ao negócio
–  Crie um plano estratégico de 3 a 5 anos
–  Construa um Business Case: entenda os motivos e as implicações e
requerimentos em TI
–  Adote abordagem abrangente para SOA. Evite pensar em
silos, para garantir maior interoperabilidade.
 – O valor ao negócio é atingido de pouco a pouco. Comece com projeto
pequeno para provar o valor, mas busque rápida escalabilidade.
– Procure aprender com a experiência de outras empresas para evitar
armadilhas
– Desenhe para reutilização e independente de qualquer tecnologia.
– Defina uma arquitetura lógica e os serviços baseando-se nos negócios e
não nos sistemas.
-Obtenha o suporte da alta direção

Fonte: http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia_especial.php?id_secao=17&id_conteudo=425

A Microsoft criou uma auto-avaliação rápida baseada em práticas comuns de negócios que pode ajudar a criar uma radiografia de sua capacidade atual de SOA e Processos de Negócios.

https://www.microsoft.com/almassessment/Pages/CreateAssessment.aspx

Categorias:Artigos

Obrigado pela visita

20 de setembro de 2009 Deixe um comentário
Este é oficialmente o primeiro post. Neste blog você encontrará publicações de caráter técnico e pessoal.
Categorias:Geral